quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Vida e Missão de Madre Antonia - A formação espiritual e humana de Antônia

Quando tinha 13 anos, Antonia se muda para Friburgo onde encontra muitas pessoas amigas que gostam dela, especialmente a família Aeby, que cuidava de sua educação a pedido de sua Mãe Susana. 

Aqui teve inicio a etapa mais importante de sua formação espiritual e humana. Antonia ingressou no pensionato das senhoritas de Martange em Friburgo, onde fica dois anos estuando com as filhas das principais famílias da cidade. Lá ganhou uma magnifica instrução humanística e artística que havia de ser fundamental para os serviços que lhe reservou a providência.

Ela era sem dúvida inteligente e também intuitiva: compreendia que o futuro da mulher estava na cultura e dedicou-se totalmente à formação.

Não era fácil encontrar uma mulher tão instruída nos primeiros anos do século XIX, época em que a grande maioria das mulheres permanecia no analfabetismo e na pobreza cultural mais absoluta, Antônia ainda jovenzinha optou pela libertação das mulheres, começando por si mesma.

Uma de suas mestras a recordava assim: 
"Além do francês e do alemão, conhece o inglês e o italiano perfeitamente; e também a história, geografia, a pintura, a música e todo o tipo de atividade artística. Mas de modo especial, é digna a admiração pelo seu comportamento irrepreensível, sua profunda piedade, a beleza da sua alma, as boas qualidades do seu coração e o eflúvio de virtudes pelas quais é amada por todos que lhe são próximos".

Fonte: Antonia de Oviedo y Shöntal, 2004.
Para uma Juventude Livre. Padre Serra e Madre Antonia, 1985.







Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário: