Vocacional Oblata: Janeiro 2015

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

80 anos de presença das Irmãs Oblatas no Brasil

Neste dia 31 de janeiro, celebramos os 80 anos da chegada das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor no Brasil. E para relembrar esta linda história, Irmã Leonira Camatta nos escreveu um lindo poema em comemoração.


O caminho se faz

30 de Janeiro: Dia da Saudade

Saudade é uma palavra de origem latina, utilizada para definir sentimento de falta de algumas pessoas, objetos, lugares ou acontecimentos vividos. A história retrata que o surgimento da expressão se deu na época da colonização do Brasil, onde os portugueses sofriam com a distância de sua terra, sua casa e seus familiares.

Nem toda língua traduz um significado para a palavra saudade, pois muitas não são capazes de explicar esse sentimento de ausência, de carência ou de melancolia. Trazem um sentido empobrecido e frio desse sentimento tão nobre. Na língua inglesa a palavra saudade é demonstrada como sentir a falta (i miss you), no espanhol é a falta que provoca recordação (recuerdo), no francês é lembrança ou souvenir e no italiano uma recordação de afeto (rocordo affetuoso).

Em 30 de janeiro comemora-se o dia da saudade, a fim de dedicar às lembranças de pessoas que não estão mais em nosso meio, seja por mudança ou por falecimento. Além disso, podemos sentir a falta de festas de família, de amigos e professores da escola,  entre outros... Por ter um caráter melancólico e triste, a palavra saudade aparece em poesias e poemas, retratando os sentimentos de seus autores. Muitas músicas falam de saudade, a fim de mostrar o lado romântico da vida, existente nas relações afetivas, nos amores perdidos, na família ausente, nos animais que partiram, nas viagens, etc.

Fernando Pessoa escreveu um poema com o nome de Saudade. No mesmo, o escritor relata seus sentimentos sobre a amizade: 

"Um dia a maioria de nós irá se separar. 
Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, 
as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, 
dos tantos risos e momentos que compartilhamos. 

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, 
das vésperas de finais de semana, de finais de ano, 
enfim... do companheirismo vivido. [...] 

A saudade vai apertar bem dentro do peito. 
Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... 
E nos perderemos no tempo... 

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: ,
não deixes que a vida passe em branco, 
e que pequenas adversidades seja a causa de grandes tempestades... 

Eu poderia suportar, embora não sem dor, 
que tivessem morrido todos os meus amores,
 mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"


terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Aproveitar as oportunidades do Tempo

O tempo é uma realidade em que o ser humano está mergulhado e não pode escapar. É no tempo que a pessoa faz história, é do tempo e no tempo que nos desenvolvemos e nos conhecemos e conhecemos outras pessoas. Por isso, não se pode perder tempo! Se, para alguns, tempo é dinheiro, para nós, que acreditamos em Deus, tempo é OPORTUNIDADE!

O tempo é a oportunidade de fazer a diferença naquilo a que nos propomos; oportunidade de levantar voos até bem próximo do eterno; oportunidade de conhecer melhor uns aos outros, nos relacionando com gente de verdade; oportunidade de transformar aquilo que celebramos e gestos e práticas concretas.

Estamos saboreando as alegrias do Nascimento do Menino Jesus e de um novo ano que já começou... Vivemos um tempo em que sonhamos, desejamos coisas boas, experimentos o sabor da partilha e da união das forças vivas para que tantos de nós possam se beneficiar desta fé comprometida de outros tantos. 

Contudo, o tempo é implacável! Não para, não nos deixa acomodar, mas nos deixa repletos de saudades e lembranças. São páginas viradas na história que construímos juntos, portanto não podemos deixar o tempo passar sem viver o melhor que Deus nos proporciona, que é viver, acordar todos os dias e poder ver o nascer do sol e estar com as pessoas que amamos. Igreja nos chama a clamar, a pedir a Jesus um coração semelhante ao dele: manso e humilde.

O mês de janeiro se finda e Fevereiro está se abrindo diante de nós, e nada melhor que começar o mês olhando para Jesus Redentor, com um olhar confiante, um olhar reverente certo que tudo será melhor e que o este novo ano será de muitas alegrias e bênçãos.

Texto com adaptações: 
Pe. Lucas Reis Pereira - 
Revista Mensageiro - junho de 2008

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A importância de descansar nas férias

Muita gente tira férias para descansar e acaba se estressando ainda mais com a mudança de rotina ou ainda por não conseguir se 'desligar' das responsabilidades profissionais. Conclusão: mal volta ao trabalho e a pessoa já está precisando de férias novamente.

— A dificuldade em relaxar é um problema que vem se agravando. Tem gente, inclusive, que utiliza as férias no trabalho ou na faculdade para fazer cursos. Ou seja, não permite que o organismo se revigore — diz o chefe do departamento de Psicologia do Hospital Santa Paula (SP), Luiz Gonzaga Leite.

Pacotes de viagem e excursões também podem se transformar numa experiência bastante desgastante. O turista acorda cedo, dorme tarde e acaba participando de uma agenda frenética durante o dia - a fim de aproveitar cada segundo do passeio. Na volta, é comum a pessoa se sentir ainda mais cansada.

— Todo mundo precisa tirar alguns dias de folga, no sentido exato do termo. O ideal é planejar com antecedência como o tempo será empregado para aproveitar o período da melhor forma possível. Se a pessoa tiver somente dez dias de descanso, mas utilizá-lo para realmente descansar a cabeça, se divertir, rir e conhecer gente nova, com conversas totalmente diferentes da sua rotina, muito bom. Será um período reparador — diz Leite.

Na opinião do psicólogo, o importante é reservar um tempinho para se "desligar" das atribulações que mais causam estresse, geralmente relacionadas à situação financeira e profissional.

Para quem sente que simplesmente não consegue relaxar e percebe que o constante estado de tensão está afetando a saúde e prejudicando as relações pessoais, seguem algumas dicas para driblar o problema:


Exercícios físicos
Procure atividades que lhe agradem. Pratique por prazer, não só pensando nos resultados.
— Durante a prática de exercícios ocorre a liberação de endorfina, essencial para o equilíbrio físico e emocional — explica o médico.




Alimentação adequada
Segundo o médico, as pessoas agitadas devem evitar o consumo exagerado de alimentos e bebidas estimulantes, como álcool, café e condimentos nessa fase. Uma alimentação balanceada e leve também é capaz de trazer sensação de bom humor.









Buscar atividades de lazer
Tentar fazer coisas que fujam da rotina é importante para que se possa 'desligar' das preocupações. Procure coisas que lhe proporcionem prazer, como ir ao cinema, teatro, ou parque.






Desenvolvimento da espiritualidade
— É importante cuidar do seu 'lado divino', ou seja, adotar leituras de textos específicos, alinhados com sua crença pessoal, e dedicar alguns minutos diariamente para a meditação ou oração — recomenda Leite.




Psicoterapia
— Quando essas medidas simples não são suficientes para aliviar o estresse - que fatalmente se transformará em doença mais adiante -, o ideal é buscar ajuda profissional. Um psicólogo poderá ajudar a descobrir e corrigir essa programação psíquica que impede a pessoa de controlar a ansiedade e o nervosismo.


terça-feira, 6 de janeiro de 2015

6 de janeiro: Dia de Reis

O dia de Reis foi criado para lembrar a data em que os três Reis Magos entregaram presentes ao Menino Jesus. É uma festa da Igreja Católica Apostólica Romana, realizada entre os dias 24 de dezembro e 06 de janeiro, o dia da comemoração.

Na história do natal os reis magos foram guiados por uma estrela até chegarem ao local onde Maria estava com seu filho, na presença de José. O caminho percorrido foi longo, pois cada um estava em uma localidade, por isso demoraram cerca de doze dias para chegar a Belém. Gaspar partiu da Ásia, levando incenso para proteger o Messias. Sua utilidade é espantar insetos com o aroma espalhado pelo ar, fazendo também do objeto uma reprodução da fé e da espiritualidade.

Da Europa, o enviado foi Belchior ou Melchior. Seu presente, o ouro, era oferecido apenas para os deuses, motivo pelo qual o ofertou para Jesus, simbolizando a riqueza, a realeza. A mirra não foi esquecida. Baltazar levou-a da África, como a lembrança oferecida aos profetas. É um óleo ou resina extraído de uma planta, utilizado para o preparo de medicamentos.

Trazida pelos portugueses na época da colonização do Brasil, a folia de reis é um movimento cultural onde os grupos saem caminhando a pé pelas ruas das cidades, para levar às pessoas as bênçãos do menino Jesus. Os participantes saem a caráter, cada personagem possui roupas próprias, deixando a folia com um ar mais animado. Dentre os personagens que aparecem na festa temos: mestre, contramestre, músicos, tocadores, reis magos, palhaço e outras pessoas, donas de conhecimentos da data.

Em agradecimento ao cortejo e às bênçãos recebidas, as donas das casas deixam vários tipos de alimentos prontos, para oferecer aos personagens do cortejo. Como estes saem pelas ruas das cidades, desde bem cedo, vão recebendo desde lanches, café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

Com a folia, encerram-se as comemorações natalinas em todo o mundo, podendo desmanchar as árvores de natal e retirar todos os enfeites que representam a festa. O importante é abençoar a todos com a festa!



quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Dia mundial da Paz

No dia 1º de janeiro comemora-se o dia mundial da paz. A data surgiu através do Papa Paulo VI, porém acontecendo pela primeira vez no dia oito de dezembro de 1967, convocando todos os homens de bem a celebrar essa comemoração, já a partir do dia primeiro seguinte.

A cada ano o Papa é o responsável por escolher um tema para ser lembrado nesse dia tão especial, pois com o início do ano renovam-se as esperanças de uma vida melhor para todos os povos. O primeiro tema proposto foi o da própria paz, onde o Papa Paulo VI deixou seu recado, dando significados à mesma. A partir de 1979 os temas foram escolhidos pelo Papa João Paulo II, ficando sob a sua decisão até o ano de 2005, ano de seu falecimento.

Durante esse período, foram abordados vinte e sete temas, sendo lembradas questões sobre o respeito às crianças, a discriminação, desenvolvimento, solidariedade, conflitos mundiais, pobreza, educação, perdão, justiça, direitos humanos, dentre outros.

Para o ano de 2015 o Papa Francisco escolheu como tema para reflexão a luta contra a escravidão no mundo contemporâneo, com o lema “Não mais escravos, mas irmãos". A proposta é promover ações contra o tráfico de seres humanos, em informe do vaticano.


Em várias ocasiões, Francisco classificou esta prática como uma praga do século XXI, convocando especialistas para discutir a questão e elaborar ações de combate ao tráfico humano.

Com isso, espera-se alertar o mundo sobre temas que promovam a paz, tornando a vida mais justa e solidária.




Texto com Adaptações.
http://www.brasilescola.com/
datas-comemorativas/dia-da-paz.htm
http://www.cnbb.org.br/