Vocacional Oblata: Junho 2013

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Recesso

Caros leitores e leitoras do Blog Oblatas Brasil,

Estaremos de recesso de 1 a 10 de julho de 2013.

Logo mais voltaremos com mais novidades!

Grande Abraço,

Equipe SAV Oblatas

Cerimônia de Ingresso ao Noviciado


No dia 27 de junho as Irmãs Oblatas celebram a festa de Nossa Senhora Perpetuo Socorro, padroeira da congregação e exemplo de entrega, fé e amor para o nosso carisma e missão.


Nesta data tão significativa as pré-noviças; Ana Paula, Brenda, Evelyn, Luiza e Priscilla deram um passo a mais em sua caminhada de discernimento vocacional, iniciando o Noviciado; que é a etapa em que a jovem aprofunda e fundamenta o chamado de Deus, iniciando uma experiência de vida religiosa num processo de maior configuração com Jesus Redentor no Carisma das Irmãs Oblatas.




Fortalece a integração na comunidade, no contexto social, na realidade específica da mulher em situação de prostituição e no contexto eclesial, e vai se inserindo progressivamente na dinâmica e na missão da comunidade e na missão da mesma. Para isso a Congregação proporciona a jovem um tempo maior para a experiência de Deus, aprofundamento do carisma e espiritualidade Congregacional, da Palavra de Deus, da vida comunitária e da missão.


Com essa experiência a jovem pode confrontar e discernir toda sua vivência, o que lhe permite aprofundar seu conhecimento e seu crescimento nas diversas dimensões de sua pessoa.
Ao final desta etapa a jovem faz uma opção consciente e livre de seguir a Jesus, segundo o carisma das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor.



Com uma Celebração Eucarística presidida por padre Gabriel da paróquia Santa Rosa de Lima e marcada por muita alegria e cantos, as noviças fazem o pedido formal a Ir. Analita Albani, coordenadora provincial e rezamos em ação de graças pelo Chamado e Resposta destas jovens. Este momento contou com a participação familiares das jovens e a presença de irmãs de diversas comunidades.


As Noviças não conseguiam conter o sorriso e o brilho nos olhos, afinal é um passo a mais no processo vocacional de cada uma, é a confirmação do chamado, a resposta ao amor incondicional do Redentor. E todos que estavam presentes, compartilhavam dos sentimentos, no olhar, no sorriso e por meio de palavras iniciadas pelo padre durante a homilia.

A fórmula que elas leram simbolicamente foi ofertada no altar, como também cada símbolo trazido pelas comunidades Oblatas. Durante a celebração elas receberam o cordão com a face de Jesus Redentor e o livro das constituições da Congregação, que marca a maneira de viver a espiritualidade Oblata e a forma de ser religiosa na igreja.






Finalizamos este momento louvando, pedindo a bênção e a proteção à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e festejando o dom da vida de Ir. Alejandra, formadora das noviças.





Veja mais fotos abaixo:

 


quarta-feira, 19 de junho de 2013

Equipe Oblata participa de seminário sobre Tráfico de Seres Humanos para fins de exploração sexual


Irs. Roseli e Manuela
No último dia 14 de junho, as Irmãs Manuela Rodriguez e Roseli Consoli, do Instituto das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, participaram do seminário “Tráfico de Seres Humanos para Fins de Exploração Sexual”. O evento, que foi uma iniciativa do Deputado Fernando Capez, Vice-Presidente da Comissão de Segurança Pública da ALESP, aconteceu no auditório Paulo Kobayashi.


Momentos do seminário
O Seminário contou com várias as participações, inclusive do jurista Damásio de Jesus - que foi o patrono do evento, do conselheiro seccional da OAB/SP, Carlos Sanseverino e da atriz Cláudia Raia, que foi homenageada em reconhecimento ao excelente papel da atriz na novelaSalve Jorge, entre outras autoridades da área jurídica.

Na oportunidade, o Projeto de Lei 220/2013, de autoria do deputado Fernando Capez que propõe aplicar sanções, no âmbito administrativo, à pessoa jurídica de direito privado em cujos estabelecimentos sejam praticados a prostituição e o tráfico de pessoas, será batizado de “Lei Cláudia Raia”.






Festa de Santo Antônio!

O mês de junho é marcado pelas festas de três santos populares: Santo Antônio, São João e São Pedro.

Neste domingo dia 16 de junho, as irmãs participaram da Celebração Eucarística em comemoração à Festa de Santo Antonio, ocorrida no dia 13 de junho, na Paróquia Santo Antonio de Lisboa, no Tatuapé. Após a missa, acompanharam a procissão pelas ruas do bairro com oito andores estavam lindamente ornamentados.

Foi uma caminhada de fé, onde os paroquianos expressaram através dos cânticos e orações o Amor a Deus, e a devoção aos santos.

Após a missa, a tradicional quermesse junina desta paróquia, com muitas barracas de guloseimas e bebidas juninas e também comidas e doces típicos de Portugal.


         Clique nas imagens para ver maior

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Curso de formação missionária com enfoque na Amazônia - Edição 2013.

Está acontecendo neste mês de junho o Curso de Formação Missionária, com enfoque na Amazônia, edição 2013, Promovido pelo Centro Cultural Missionário (CCM), em Brasília-DF e Irmã Ivoni Grando está participando.

Iniciado no dia 2 de junho, conta com a participação de 20 pessoas, entre religiosas, presbíteros e leigos. Na primeira semana o curso buscou aprofundar as motivações e a compreensão da missão, bem como a visão dos desafios missionários, seus fundamentos bíblicos e teológicos, se concentrando na dimensão humano-afetiva da missão, com reflexões conduzidas por Irmã Maria de Fátima Morais, IASCJ, psicóloga e assessora da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e padre Estêvão Raschietti, SX, mestre em missiologia e secretário Executivo do CCM.

As demais dimensões da missão a serem abordadas ao longo do curso, com a ajuda de assessores, são a bíblica, a teológica, a geográfica, a histórica, a antropológica, a socioambiental, a ecumênica e a espiritual. No final, os participantes receberão um certificado de extensão universitária reconhecido pelo MEC.

Retirado de: 
http://www.crbnacional.org.br/site/index.php/noticias/destaque/584-curso-de-formacao-missionaria-com-enfoque-na-amazonia
http://www.ccm.org.br/


terça-feira, 11 de junho de 2013

Oração a Nossa Senhora



Clique na Imagem para ver em tamanho maior.



Reflexão - Papa Francisco e a Juventude


A eleição do novo papa atraiu a atenção das juventudes.

No jornal “O São Paulo” de 4 a 10/06/2013, padre Alfredo José Gonçalves, 
na seção Fé e Cidadania nos ajuda a refletir a importância 
da existência de boas referencias para os jovens. 

Por isto decidimos compartilhar com você!
Desfrute deste texto! Boa Leitura.


O PAPA FRANCISCO E A JUVENTUDE

"A praça de São Paulo vem sendo cada vez mais concorrida após a eleição do atual papa. Tanto nas audiências com o pontífice quanto na oração do Ângelus, contam-se às dezenas de milhares o número de presentes. Entre estes, porém o que mais impressiona é a quantidade de jovens e adolescentes.


O que os atrai e o que buscam? O certo é que na fase da adolescência e da juventude, todo ser humano necessita de referências para acertar o passo. Com o colapso das ideologias da modernidade e o advento da fragmentação na pós-modernidade, caiu-se na “era do vazio” (Lepovetsky). O pensamento forte e sólido, mas também total e totalitário, deu lugar ao pensamento fragmentado ou “líquido” (Bauman).

Nessa transição, os adolescentes e jovens em especial, que buscam forjar e firmar sua identidade, sentem-se meio órfãos, sós e perdidos. Por mais rebeldes que sejam, anseiam por um farol que os guie na noite escura, por uma palavra amiga, por alguém que os compreenda e ajude. A família, a escola, e muitas vezes a Igreja, não conseguem dar conta de tamanha expectativa.

Em tal vazio de sentido e de orientação, surge o fascínio pelas celebridades: do esporte, da moda, da música, do cinema... Essas, de alguma forma, assumem o papel de pai, tio ou companheiro, conferindo algum rumo à existência. Num universo privado de referencias morais e éticas, os comportamentos exóticos e, às vezes, bizarros acabam exercendo grande sedução.

No fundo, há uma sede e uma conseqüente busca pelo significado profundo da vida humana. Sede e busca que vão além dos bens materiais, da riqueza e do sucesso, do ter e do poder. Em termos místicos ou espirituais, trata-se de responder ao chamado de uma existência que para ser autentica, deve ser vivida em intensidade. Numa palavra , um chamado à verdade e à felicidade.

A grande lição do papa Francisco é que a verdade e a felicidade não nascem no terreno complexo do racionalismo, embora deva contar com a razão. Não crescem no labirinto das pesquisas sofisticadas, apesar de necessitar do estudo. Verdade e felicidade são simples como a luz do sol, o canto da água que desliza, a voz dos pássaros, o sorriso aberto das crianças, o olhar dos que se amam, a beleza da flor , o beijo, o abraço, o toque... ou as palavras e parábolas de Jesus.

O gesto e a presença amiga do papa Francisco tocam mais ao coração e á alma do que tantos discursos rebuscados. Eis uma linguagem que todos entendem, particularmente os jovens e adolescentes em busca de uma estrela que lhes aponte o rumo da vida."



Padre Alfredo José Gonçalves
(Jornal O São Paulo - 4 a 10 de junho de 2013). 

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Experiência do Retiro Projeto de Vida - por Samara e Maria Divina

 “Eu vi o Senhor e Ele me disse Isto”. 
(Jo 20,18)



Projeto de Vida. Esse foi o tema do Retiro uma experiência dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio em Itaíci - SP. Nosso coração generoso, desejoso deste momento com o Senhor, o Autor do nosso projeto de vida, razão do deserto ao qual passaríamos, nos quatro dias, começamos a caminhar à luz da sua palavra. Um caminho para orar e Ele estava lá, o mestre! Questionava-nos, nos interpelava: O que vocês estão procurando? O que você procura?

Era tempo de travessia, e se não ousarmos fazê-lo teríamos ficado para sempre a margem de nós mesmas. Tire os sapatos de teus pés, pois o lugar que tu estás é terra Santa. Devíamos nos proporcionar os meios para que isso acontecesse.  Eis que o chamado aconteceu! “Avance para águas mais profundas e lancem as redes para a pesca”. O que ainda nos faltava para deixar para trás? Por que tanto medo? Tanta insegurança? 

Naquele instante era os sentimentos que gritavam e movia nosso ser. O silêncio humano era difícil, mas o Senhor nos falava e ressoava bem próximo do nosso ouvido: “Fé”. É algo aqui de dentro...
Despojar-se e ver a face de Deus. Essa verdade chegava mais próxima de nós. Aquele que busca tem que se deter e se deixar iniciar em outra dimensão da realidade, da qual ele não é o dono.

Naquele instante pedíamos ao Senhor, pela oração de Santo Inácio, Tomai Senhor, e recebei toda nossa liberdade e a nossa memória também, o nosso entendimento e toda a nossa vontade... A noite tinha passado e a manhã de sol era quente, não era o momento de pescar .Todas as circunstâncias eram pouco favoráveis, mas Pedro disse: “Sejam quais foram, as circunstâncias, se o Senhor, o diz tentaremos outra vez. Por causa da tua palavra eu lançarei as redes”. Essa era a nossa única certeza.

 No paralitico e nos quatro homens que o carregaram, vemos também o anseio de salvação, o desejo de plenitude de vida e descobrir a finalidade à qual fomos criadas. Assim como a Samaritana descobre o dom de Deus, nós também fomos chamadas a pedir a graça de conhecer internamente o dom desta água viva...o dom de desejar essa água viva... Conhecer intimamente a Jesus e nele saciar nossa sede...Renovadas por esse encontro deixa o cântaro vai anunciar o que experimentou aos Samaritanos.

Os caminhos que apontava a maneira particular que Deus indicou a nós a direção depois de ter se deixado encontrar. O Senhor tinha sede da nossa sede. A luz das bem-aventuranças que está associada a caminho deu ao novo um sentindo da nossa entrega, o momento que Deus interpela e purifica a nossas reais motivações do seguimento ao Mestre, o seu Chamado.



O centro das nossas buscas, opção pelos pobres, pelo reino, pela fome de justiça de um reino mais fraterno humano e irmão, onde houvesse mais promoção da vida com dignidade. Estivemos com ele, fomos na sua casa, participamos do seu banquete, daí para frente era a construção do nosso Projeto de Vida!  Algo para ser concretizado no meu dia a dia. Fruto da experiência generosa de Deus em nós, em nosso Solo Sagrado. E assim se fez na ultima noite de Retiro ofertamos no altar do Senhor. Nosso Projeto de vida! “Senhor, minha única opção é por ti!”.

Ouvindo a voz do mestre que diz: “Vem e segue-me”, agora era a hora de colocar em prática toda a experiência de fé que foi vivenciada na nossa caminhada sedenta, e nos quatro dias de Retiro dando mais um passo na caminhada e etapa vocacional. A oficialização do Aspirantado Externo.

Era fim de tarde, a noite chegava e na comunidade do Noviciado, no Tucuruvi, na alegria do acolhimento das noviças, e irmãs que nos espera , tudo preparando com tanto amor, na gratuidade nos mais simples gestos revelava o amor do Redentor e pertença aonde se reunia a família Oblata composta pelas comunidades de São Paulo, em uma oração simples mais com tanto amor, e acolhimento, em meio a alegria e lagrimas, com a benção de Pe. Serra e Madre Antônia, nos passos do Senhor.

Nosso Sim! No peito carregamos com símbolo dessa nossa primeira etapa a Medalha com Madre Antônia, buscamos nela escrever no nossa história vocacional desafiante e verdadeira, sempre purificando nossas motivações, mas encontrando no Redentor nossa meta, o centro das nossas vidas e motivo da nossa entrega.

Obrigada a cada uma das Irmãs, equipe de formação Família Oblata por fazer parte desta linda história de Amor que aqui se inicia e dar continuidade em nosso dia-a-dia. 

Com todo nosso carinho, Na ternura do Redentor.Maria Divina e Samara Lima - Aspirantes Oblatas.