Vocacional Oblata: Julho 2012

terça-feira, 31 de julho de 2012

Partilha do Encontro Vocacional - Por Ir. Roseli e Ir. Manuela

De 20 a 22 de julho realizamos mais um Encontro Vocacional, na comunidade Nazaré –Rio de Janeiro. Este contou com a contribuição de Ir. Manuela Rodriguez Pineres,  junto com a dedicação e apoio das Irmãs, Marias e funcionárias da comunidade.

Participaram Gisele, Letícia e Samara. Ficamos muito unidas a Martha Cristina, que estava acompanhando sua mãe que se encontrava internada por uma pneumonia, e Ana Carolina Tavares, que se encontrava com gripe e febre e por isto não puderam participar.

Iniciamos na sexta feira à noite com um momento orante que introduziu o tema, através de um mantra e um vídeo que convidava a uma busca ao encontro da Fonte. No sábado após o café e a oração da manhã, começamos com uma animada dinâmica de integração, onde depois de um tempo de dançar diversos ritmos brasileiros, partilhamos diversos aspectos e coisas que nos que nos possibilitaram conhecermos um pouco.


Prosseguimos com a memória do encontro anterior, passando pelo coração as ressonâncias do caminho trilhado, e em seguida partilhamos o objetivo deste encontro: aprofundar o processo de crescimento humano e vocacional, dar a conhecer a vida de Madre Antonia, como uma referência de busca e seguimento do Projeto do Reino. Promover a convivência, troca de experiências com outras jovens na mesma caminhada e a partilha com irmãs que já fizeram uma opção de vida.

       

Em seguida foram convidadas, a fazer a sua linha do tempo vocacional, em clima de oração percebendo o passo de Deus na vida delas, e recordando datas e acontecimentos importantes, agradecendo as coisas bonitas do caminho e aprendendo com as coisas mais difíceis. Após um bom tempo de reflexão pessoal, fizemos a partilha das vivências. Continuamos aprofundando o sentido da busca que cada uma traz, e iluminamos com o Vídeo - Além das Ilusões, seguido de um momento de Oração e Reflexão pessoal. Finalizamos a caminhada do dia vendo o clique The Potter  e modelando algo que simbolizou o momento vocacional de cada uma.


     
Também houve espaço para a Convivência e lazer com as Irmãs da comunidade. Finalizamos o dia de sábado com um gostoso recreio comunitário, à base de piadas, recordações de histórias vivenciadas pelas Irmãs e recheado com uma saborosa canjica.

                

        
No domingo, após a participação da Missa na Capela dos Anciãos, adentramo-nos pelas pegadas de Antônia, que suscitou perguntas, curiosidades nas jovens sobre a caminhada vocacional de nossa Fundadora e foi seguido de um trabalho grupal onde se questionaram se consideram a vida de Antônia de Oviedo e Shonthal próxima de sua vida, em quais aspectos? Com qual fase do caminho de Antônia você se sente mais identificada? O que mais lhe chamou atenção? Por quê?

Se você se encontrar com uma pessoa muito amiga o que repassaria para ela depois deste contato com o caminho de Antônia? (Expressar de uma maneira criativa: frase, poesia, desenho, mensagem para o facebock, blog ou e-mail).

      Após delicioso almoço com as Irmãs e as Marias, quase findando o Encontro, teve lugar a avaliação e a projeção do próximo para os dias 4 e 5 de Outubro.  


Na Capela concluímos com um momento onde rezamos o poema “Entranhas de redenção: a história passa...mais os passos permanecem”, de Ir. Marilda, e cada uma recebeu como símbolo do encontro – um potinho de barro vazio – com a frase de Madre Antonia “Nele tenho tudo,Ele enche meu coração.”



              



Queremos agradecer mais uma vez as Irmãs, Marias e funcionárias da comunidade Nazaré, assim como também A Ir. Manuela, da Comunidade do Perpetuo Socorro, à Comunidade Nossa Senhora de Guadalupe pela participação virtual das Irmãs e Postulantes, e  às irmãs que nos enviaram mensagens durante o encontro.

Irmãs. Roseli Consoli e Manuela Piñeres.

A caminho do poço - Fonte de água viva!


"Nossas origens: Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, o motivo inquietação, busca incertezas medo...

As palavras nos faltam para expressar. História parecidas, experiências construídas fruto de ouvir: será um  Chamado? E qual será a direção? qual processo ... Aonde vai chegar?

Entre nós um comum acordo e a certeza que já nos colocamos a caminho, esses lindos dias juntas de convivência no Santuário Comunidade Nazaré, nos proporcionaram abertura, dialogo, a volta ao primeiro amor, busca vontade de esvaziar –se de nós mesmas.

 Seguindo o projeto de Jesus nas pegadas de Antonia, na busca pelo poço de água viva ao encontro do Mestre, na retomada da linha do tempo, no templo sagrado que é nossa historia de vida, como o barro nas mãos do oleiro nos deixamos modelar e por que não dizer que nossa alma estava ali sendo modelada! 

Pois o medo e a resistência de Antonia persiste hoje em nós... Diante dos passos que temos de caminhar, essas foram as direções desses dias de partilha de vida, reflexão e oração do caminho que começou na primeira vocação - chamado a vida e continua nesta trajetória em cada passo processo.

Queremos acrescentar que cada sorriso, acolhida, o ambiente, cada detalhe preparado, a espera de nossas chegadas e esforço para esse encontro acontecer é benção e graça do Cristo Redentor demonstrado por cada Irmã Oblata, o (quarteto mágico: formadas-BH) Marias, funcionários nossa eterna gratidão, percebemos que a volta pra casa nos diz que a saudade é uma forma de ficar..." 


Com carinho,

 Gisele, Letícia e Samara.


Visita Vocacional







Entre os dias 01 e 03 de julho, Ir. Roseli saiu em missão para conhecer a jovem Adélia e sua família na cidade de  Londrina-PR.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Festa das Marias - Por Ir. Beatriz

A semana que finalizou o mês de junho foi muito especial para a Comunidade Nazaré, celebramos no dia 27 Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e por causa Dela, a festa das Marias!

Este ano o dia 27 caiu no meio da semana e assim abrimos as celebrações com a Festa das Marias no domingo, dia 24 de junho. Este dia foi marcado pela alegria e pelas manifestações de carinho que elas receberam tanto da própria comunidade como de outras e de pessoas amigas que sabiam da celebração.

Toda comunidade participou ativamente da preparação e da realização da festa, umas nos bastidores da cozinha, outras na decoração do refeitório, outras embelezando a capela, as dependências da casa, outras animando momentos de oração e celebração, enfim cada uma fez a sua parte, o que dá à festa um valor todo especial.

Na segunda-feira, dia 25, foi dedicado ao dia de retiro do grupo de Marias e com o tema – Ela é o nosso Socorro Perpétuo. Durante o dia tiveram momentos de oração pessoal, em grupo, vídeos e cantos sobre a Senhora do Perpétuo Socorro, seguidos de partilha entre elas que foram concluídos na capela num momento onde cada Maria colocou no altar, sobretudo a etapa de vida que estão vivendo e seu futuro na confiança na Mãe do Senhor, o Socorro Perpétuo de suas vidas e das nossas!

 No 27 de junho, o dia em que celebramos Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, foi outro dia de grande festa e a chegada de Ir. Maria Florinda ainda deu mais brilho pela sua presença fraterna e carinhosa que alegrou as marias e a todas as irmãs.

Começamos com a missa presidida pelo Pe. Francisco onde as Marias renovaram a sua consagração mariana. E ao final da missa os vivas às Marias e a foto tirada com o celebrante. Em seguida fomos para o refeitório saborear o delicioso café festivo.



Na parte da tarde, tivemos uma projeção com fotos que registraram as festas das Marias em anos anteriores, seguida do Ofício Divino de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, especialmente preparado para a celebração. Ainda fomos ao refeitório para um lanche muito gostoso e assim concluímos as celebrações do dia agradecendo a Deus e à Mãe do Perpétuo Socorro a vida e a vocação de cada Maria, por todo o serviço e dedicação de tantos anos e pela presença delas na Comunidade Nazaré, pois junto com elas, nós, Irmãs, vamos envelhecendo com graça e com alegria!

Transcendendo Fronteiras - Por Priscilla Fernandes

A formanda Priscilla Fernandes expressa em forma de poesia sua experiência na Assembléia Regional Sul, acontecida em São Paulo de 18 a 22 de junho.


Transcendendo fronteiras... Rompendo barreiras
Uma entrega que se dá de coração
Superando os medos, os desafios, a inquietação.
Entregar-me a este novo chamado e ver que todos se fazem um.

Um só Deus... Um só povo...uma só nação
É a causa de Deus e por ela fazermos Oblação...
Fazermos Redenção...

Unidade é o que buscamos e não uniformidade
Ao ver, sentir, tocar, contemplar cada realidade
Percebo que me faço uma... que nos fazemos um.

Angolanos, Argentinos, Uruguaios, Brasileiros...
É algo maior que nos une
Numa só Província... Numa só nação
Limites? Fronteira?... Não existem mais não

E agora com tudo isto fazer Oblação.


Assembléia Região Sul em São Paulo - Por Paula Araújo




De 18 a 22 de Junho a comunidade Betânia sediou a Assembléia da Região Sul, com a participação de 45 pessoas entre Irmãs, Leigos e Leigas dos projetos pastorais.

Esta Assembléia teve como objetivo dar a conhecer um pouco da pluriculturalidade que marca os quatro países (Argentina, Angola, Brasil e Uruguai), refletir a espiritualidade Oblata, a missão com mulheres que exercem a prostituição e o tráfico de pessoas nestas realidades, para fortalecer os projetos pastorais existentes nesses países.


Para fechar o encontro de um modo especial, os participantes foram até a Basílica Nacional de Aparecida para render graças por todos os trabalhos realizados pela congregação no Brasil e no mundo. A missa aconteceu às 9h no Altar Central.


Com a bênção da Mãe Aparecida, fechamos esta assembléia com o sentimento de muita alegria, pela oportunidade de conhecer a realidade dos outros países, dos trabalhos pastorais, de experimentar a diversidade lingüística e cultural que cada um nos ofertou. Ficamos com o coração cheio de sonhos e projetos que em breve serão realizados para a Alegria de nossos fundadores e para a glória do Reino de Deus.




          

Exposição: "A Terra vista do céu" - Por Ir. Beatriz



A exposição “A Terra Vista do Céu”, do fotógrafo francês Yann Arthus-Bertrand reúne 130 imagens feitas de helicóptero, com paisagens naturais e já passou por 110 países sendo vista por mais de 120 milhões de pessoas. São fotos  que refletem as belezas e tragédias promovidas pelas ações do ser humano na superfície do globo.



“A Terra vista do Céu” pretende incrementar o debate a respeito das políticas sustentáveis de forma crítica e artística e promover uma reflexão a certa do processo evolutivo do planeta.       

                           

Algumas irmãs, marias e mais três amiguinhas nossas, passaram  a tarde de 20 de junho em  alegria por ver a beleza do nosso Planeta tão bem fotografada, mas também de tristeza por vermos tantas fotos que revelam a degradação da natureza.



Depois de vermos as fotos espalhadas na calçada da Cinelândia, fomos assistir a um filme que foi apresentado pelo próprio fotógrafo e que abordava o mesmo tema. O filme protagonizado por Severn Cullis-Suzuki, a menina que em 1992 tinha 12 anos e que impressionou uma sala cheia de políticos com um discurso sobre o ambiente. Ela segue lutando pela vida no Planeta e o filme apresenta de forma propositiva caminhos alternativos de cuidado com os nossos recursos naturais.



 

Quem quiser saber um pouco mais sobre a exposição e ver algumas das fotos expostas, pode acessar o site www.terravistadoceu.com. Vale a pena!!